MELDONIUM [MILDRONATE]

Grindex (Letônia)

$40.00

melhora a resistência, memória e outras atividades mentais, cardioprotetor

REF: N / D Categorias: , ,

Opções disponíveis:

Descrição


Mildronato (Meldonium)

 

Meldonium é um medicamento usado para tratar angina, infarto do miocárdio e insuficiência cardíaca crônica. É fabricado na Letônia com o nome comercial de Mildronate e é uma das maiores exportações do país, com faturamento chegando a cerca de 75 milhões de dólares em 2013. Ainda não foi aprovado pelo FDA para uso nos Estados Unidos

O Meldonium foi adicionado à lista de substâncias proibidas da WADA em 1º de janeiro de 2016 devido a “evidências de seu uso por atletas com a intenção de melhorar o desempenho”. Como resultado, nenhum dos atletas banidos por esta substância terá apresentações anteriores a essa data removidas de seus registros, e Aregawi manterá seu título mundial de 2013.

Os testes clínicos da droga foram relatados pela primeira vez em 2005, com a conclusão de que uma combinação de meldonium e lisinopril pode melhorar a qualidade de vida, a capacidade de exercício e os mecanismos da circulação periférica em pacientes com insuficiência cardíaca crônica.

Pesquisas adicionais, que testaram a eficácia e segurança do medicamento em combinação com a terapia padrão de tolerância ao exercício, concluíram que o meldonium melhorou a resistência e a capacidade de carga de trabalho de pacientes com angina estável.

Alguns estudos em pacientes com doença de Parkinson ou Alzheimer também mostraram que o meldonium afeta o sistema nervoso central, protegendo contra a neurotoxicidade, o que beneficia a capacidade mental de aprendizado e compreensão.

Por que os atletas usam o Meldonium?

A Agência Mundial Antidopagem adicionou meldonium à sua lista de substâncias proibidas. Desde sua proibição em janeiro de 2016, vários atletas testaram positivo para a substância. A lista está crescendo rapidamente, incluindo um grande número de atletas russos, o que pode ser devido ao seu uso mais amplo e disponibilidade naquela parte do mundo.

Biatletas, ciclistas, dançarinos de gelo e lutadores de judô tornaram-se os mais recentes atletas com teste positivo para meldonium. A atleta mais conhecida a admitir o uso da droga foi a tenista Maria Sharapova, a atleta feminina mais bem paga do mundo.

Mas por que esses atletas de classe mundial, que presumivelmente gozam de excelente saúde, tomariam um medicamento destinado a pessoas com problemas cardíacos?

Conforme indicado pelos sintomas para o qual foi desenvolvido, o meldonium basicamente aumenta e melhora o fluxo sanguíneo. Ao reduzir o consumo de oxigênio dentro das estruturas celulares, aumenta significativamente a resistência do atleta e a tolerância para cargas de trabalho físicas aumentadas. Também reduz o tempo necessário para a recuperação do esforço, o que é particularmente importante para alcançar o melhor desempenho.

Quais são os riscos de Meldonium?

Ao contrário das afirmações quase entusiasmadas sobre os benefícios potenciais do meldonium, há uma incerteza considerável em torno das melhorias reais de desempenho dos atletas.

Mark Stuart, um farmacêutico de Londres que faz parte da comissão médica e antidoping do Comitê Olímpico Europeu, afirmou: “As evidências sobre se é um medicamento para melhorar o desempenho são muito poucas”. Na verdade, algumas evidências mostram que, quando usado por um indivíduo saudável, pode prejudicar o desempenho, causando a liberação mais lenta de energia por meio da quebra da gordura.

Então, o medicamento poderia representar um problema de saúde para alguém que não tem a condição para a qual o medicamento é aprovado? Tal como acontece com quase todas as drogas ou medicamentos, existem efeitos colaterais potenciais para o meldonium. Isso pode incluir:

  • Arritmia cardíaca
  • Mudanças na pressão arterial
  • Condições irregulares da pele
  • Reação alérgica
  • Indigestão

Alguns especialistas argumentam que não há perigo cientificamente comprovado no uso de meldonium como um intensificador de desempenho. Mesmo assim, a proibição impôs bases éticas e legais para a proibição do uso da substância por atletas.

Tal como acontece com todos os medicamentos, o uso indevido e não supervisionado é desaconselhável. Usar meldonium sem uma necessidade médica legítima pode representar riscos para a sua saúde, mesmo se eles não forem documentados ou não tiverem sido estudados oficialmente.

 

Informação adicional

pacote

40 cápsulas X 250 mg, totalmente 10.000 mg

Companhia

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “MELDONIUM [MILDRONATE]”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *